quinta-feira, 19 de maio de 2011

O poeta...teus rabiscos!

"Desenhar-te foi fácil, tirar-te do coração...sei não"

Um dia, o poeta se apaixonou,
  Pela moça de tuas escritas.
Tentou torna-la realidade,
  Em teus rabiscos,
   Em teus riscos,
    Ele pinta,
     Resenha,
      Desenha.
Sua amada cria vida!
  E em tua vida, se anuncia.
   Se instala,
    Se infiltra.
 O poeta louco de amor,
     Sofre e escreve sua partida...
       Em teus riscos,
        Teus rabiscos,
         Apaga tua criação.
Extirpou-a de teu coração!
 Essa moça que um dia,
  O poeta enlouquecido,
    Inventou e...Amou!

Simone Martins - 19/05/2011

4 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Lindo o teu poema...paixões de poetas...ilusões de amor...princípio e fim, num verso por inventar.

Adorei e deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Anne Lieri disse...

Simone,lindos os rabiscos cheios de amor do poeta!Vc é mesmo demais,menina!Adoro seus poemas!Bjs,

Ricardo Steil disse...

Pior minha querida que esta moça ainda existe, ainda caminha, nas mesmas ruas do poeta que faz rabiscos. O poeta aqui presente, toma para si como se estes versos fossem relatos da sua vida. Pede licença se os mesmos para outro forem feitos, é que se reconheceu em meio aos teus versos poetisa e não pode ser ver fora deles. Realmente, encantado.

Roberta disse...

Oi Si..passei aqui para te desejar uma boa noite e uma excelente semana!
Bjão
Rô!