quarta-feira, 29 de junho de 2011

Meu vicio...




São exatamente, 7:00 hs., da manhã...O relógio desperta suavemente. Levanto-me e de pijama ainda, vou direto para cozinha. Faço um café rápido, quente e meio doce. Sento-me com uma xícara fumegante de frente a você. Enquanto dou uns goles no café, saboreando com lentidão cada gota, a fumaça se esvaia e vai longe...Olho diretamente para você. Ali: inerte, frio esperando que eu o toque. Fico por um bom tempo te olhando e pensando: "...será que vale a pena toca-lo e despertá-lo?". Mas a tentação é um sentimento fútil que me empurra para seu lado, para então: toca-lo. Passo a mão por alguns instantes em tua base e arremato com um cafuné simples e direto em suas laterais. Toco-lhe devagar, sem muita pressa. Num gesto quase imperceptível, levanto tuas partes altas e abro-lhe num gesto rápido, porem, de carinho. Tocando-lhe, ainda com receio, você desperta e me mostra todo o seu interior. Você hoje parece estar mais brilhante, radiante e formoso. Logo de imediato, uma frase de Bom dia, me desperta para o que irei fazer agora, já que eu te despertei. Simples, vou toca-lo e fazê-lo vibrar em tuas partes mais obsoletas, visível para meus olhos agora, neste momento. Deslizo meus dedos por entre tantas letras e vou conseguindo, formar palavras, frases inteiras. Alguém me chama, mas não posso conversar agora, pois o tempo de manhã é muito curto  para bate-papo on line...Com sofreguidão, amor e verdadeiro tesão por ti, escrevo e descrevo minha manhã ao teu lado. Sinto uma mistura de sentimentos e emoções que consigo extirpar da alma, logo cedo! São muitas linhas e nas entrelinhas, vou te lendo e tentando decifrá-lo...Você é inteligencia pura, mas ao menor toque meu, você se desliga, se anula. Basta que eu queira, mas nesse momento, ainda não! Quero-te mais um pouco. Quero acariciar-lhe e deixa-lo como um louco, tentando resolver tudo que te peço. De repente, acaba a força e você se desprende de mim. E agora? O que faço? Uma força poderosa foi mais rápida que essa tua dona. Cortou-se qualquer laço que podia mante-lo sob meu comando, minhas ordens...Fim! O melhor que tenho a fazer nesse momento, será fechá-lo e deixa-lo descansar, hibernar...Mas saiba que, a noitinha quando chegar em casa, novamente irei despertá-lo para que realizes todos os meus desejos, delírios e devaneios. O que seria de mim, sem o meu notbook?

Simone Martins - 29/06/2011

Foto:GOOGLE-http://4.bp.blogspot.com/-i3FN4YvPj9Q/TgsmQ4bC1cI/AAAAAAAAAow/zywIVM4xFG0/s320/DSC_9495.jpg

16 comentários:

Kiro Menezes disse...

Simplesmente perfeito, extasiante!!! Me apaixonei ♥

Oi Sissinha... Minha ausencia não justifica, mas sinto muito tua falta ♥

Mil beijos menina linda!!!

William Garibaldi disse...

Simone! Eu sinto exatamente a mesma coisa!
É uma luta pa não vir direto despertá-lo! Saio correndo pra academia se não fico aqui a manhã toda!
Volto e já ligo!
Trabalho nele, relaciono nele, vivo no computador! Eu nunca imaginaria dizer isto há uns 4 anos passados, quando ainda não gostava da tecnologia! KKKK

Beijo Grande!

MAs não se esquea de cuidar do corpitho viu!?

:)

Se não..."cortem a cabeçaaaaa!"KKKKK :) Tbm adoro dizer isso! :)))))))))))))))))rsrsrsrsr

deia.s disse...

Como fluiu calmamente minha leitura.
Gostei bastante, mesmo.
Estive em falta aqui, foram as férias, mas estou de volta.

Tenha um ótimo dia, beijos meus!

José disse...

Olá boa tarde Simone!
O permitido é devido, e eu aqui estou, eu disso que era só por uns tempos, foi um pouco mais, mas fez-me bem a mim e ao computador que tão bem tem direito de descansar um pouco.

Beijinho,
José.

Yasmine Lemos disse...

rss ótimo e você descreveu perfeitamente o que sentimos
beijo minha linda

Carla Fernanda disse...

Um caso de amor com o noteboock né dona Simone. Quem não o tem....kkkk....se faz tão bem, que mal tem...kkkk
Beijos,
Carla

Aline Xavier disse...

O que seria de todos nos, sem você e suas escritas maravilhosas, que acabam predendo a nossa atenção, a cada texto, a cada poesia e cada verso e frase fico mais e mais apaixonada, nunca abandone esse vicio que te faz tão bem e que nos emociona...

Lindo texto...
TE ADORO MUITO SOGRINHA QUERIDA...
MIL BEIJOS....
Fui...

Ricardo Steil disse...

Adorável, Si. Adorável!

Yasmine Lemos disse...

Si! vc é uma medonha viu?! rss tb achei a gravura (anjo)parecida comigo ,mas não ousei acreditar.
beijão

Yasmine Lemos disse...

alôooooooo medonha quer dizer aqui no nordeste : esperta ,sagaz,inteligente ,que saca as coisas..desculpe digo eu.Nem vou publicar seu comenta´rio
beijosss

Artes e escritas disse...

Ele é inteligente e a gente reserva uma horinha para ele. O meu net não funciona, talvez seja por isso que eu esteja disciplinada. Um abraço, Yayá.

Yasmine Lemos disse...

Bom dia Si! espero que tenha me entendido,adoro você viu?
beijo grandão ;*)

✿ chica disse...

MUito bem escrito e estamos sempre ligados neles,não? beijos,tudo de bom,chica

Long Haired Lady disse...

o que fariamos sem nosso note???rsrsrsrs
tanta saudade de você querida!

beijo!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Então srª. professora de crianças,
me ajude em pensamento como diz...tá?
A menina que referi tem 4 anos e um
irmão de 8 meses, a mãe trabalha e
ela quando a mãe chega só quer a mãe, chora por tudo e por nada,
é ciumite aguda do irmão?
Beijinho e tudo de bom para si.
Irene

Cris - CaFoFo online@ disse...

Miga, eu sou uma "ninfomaníaca", e agora com Smartphone entao, a gente fica louquinha por esses objetos que nos levam a loucura! hehe
Adorei a maneira que descreveu tao bem nossa "dependência" dessa droga mas que é uma droga indicada :)