quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Perdrho e Anumalidi...


Ele vivia por entre Deuses e mitos.
Ela queria conhecer Deus, mas algo a impedia.
Talvez o cárcere em que vivia.
Talvez o amor que ele repudia.
Dormiu tarde e novamente sonhou...
Com o pássaro alado, valente, colorido.
Sonhou que voavam juntos, acima das nuvens,
Envolvidos com o certo e o errado.
Mas quem poderia distinguir, um do outro? 
Sentiam-se livres em teu sonho.
Eram iguais, quase gêmeos.
Irmãos de outras encarnações...
Ela no auge do sonho sentia-se como ele.
Mas será que ele sentia-se como ela?
Brincaram de pic- esconde com o Sol.
Dançaram numa cantiga de roda com as estrelas.
Brincaram de beijo e abraço com a Lua.
E já cansados e suados, tomaram banho de chuva...
Engoliram e se engasgaram com o sopro do vento.
Deram gargalhadas da vida aqui embaixo.
Da falta de amor... Da infidelidade, das saudades.
Deuses irreverentes, profanos, insanos, mas verdadeiros!
Sempre a flor da pele... Sempre zombando de tudo!
Mas eram felizes e não queriam incomodar ninguém.
Apenas viver sua passagem, sem medos ou culpas.
Sentiam-se livres, próximo da divindade.
Próximos da Luz. Nada mais os assustava.
Estavam próximos, unidos.  Ungidos pelos sonhos...
Pela poeira cósmica. Por códigos dos Deuses.
A deusa ao acordar, sentiu e pressentiu:
Era um único ser agora, sempre a procura,
Do verdadeiro “EU”... Do verdadeiro AMOR!

(Rosa Azul)
FOTO:GOOGLE



Cidade dos Anjos --Sarah McLachlan - Angel-GPTP

Powered by mp3skull.com

13 comentários:

Ivana disse...

Um poema DIVINO a procura do eu, do verdadeiro amor, muito bonito.

Gostaria de saber como você faz para deixar só uma tirinha para a música, pode ser?

Bjo grande e obrigada pelo carinho de sempre, bom feriado.

Simone MartinS2 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Liberdade. disse...

bom dia!

simplesmente maravilhoso!

um abraço!

Anne Lieri disse...

Simone,estes seu poema está lindo demais!Como disse a Ivana um encontro com o Divino em cada um de nós!Adorei!Obrigada tb pelo comentário sobre meu livro!bjs,

Anne Lieri disse...

Simone,estes seu poema está lindo demais!Como disse a Ivana um encontro com o Divino em cada um de nós!Adorei!Obrigada tb pelo comentário sobre meu livro!bjs,

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Sentiam-se livres, próximo da divindade.
Perfeito!!!
Nos sentimos assim quando livres...
Bjm de paz

Carla Fernanda disse...

Lindo Simone!!
Mais que lindo ainda, divino mesmo.
Beijos querida!!

Yasmine Lemos disse...

Oi si! vim agradecer o carinho e suas palavras.
beijo grande

edumanes disse...

Linda maneira, o amor procurar
Sonhou e juntos tomaram banho
Andaram felizes de noite ao luar
Mas, tudo foi apenas num sonho
Sua maneira suave de escrever
Algo de novo aqui venho encontrar
Beleza e outras coisas estou a ver
E feliz por em seu blog, comentar.

Um beijo
Eduardo.

Maggie May disse...

quando amamos somos fortes, nada mais importa!!!!

Ivana disse...

Simone,
Estou retornando para agradecê-la pela sua gentileza e atenção. Ainda não consegui, mas agora sei o caminho. Muito obrigada. Um beijo grande.

Sônia Silvino disse...

No fundo, todo mundo procura o amor, seja de que forma for!
Beijos, querida!

Carla Fernanda disse...

Oi Simone!!!
Beijos de boa noite com as estelas amarelas e vermelhas...e o acaso dos encontros com os anjos....
:D