quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Paquera!

sinead o connor - 80s love songs - nothing compares to you

Powered by mp3skull.com


FOTO:GOOGLE

Fila de banco...
A moça atrasada.
O moço atento lhe encara.
A moça tímida desvia o olhar.
Olhares furtivos. Secretos.
Paquera ou não, acontece.
Fila de banco. Não anda! Não rende.
O relógio insistente não para.
E o tempo, na fila, passa lento.
Novos olhares, pois a fila, não anda.
Fila de banco. A moça estressada.
Olha o relógio. Olha o moço...
Fica embaraçada! Ruborizada.
Fila de banco... O tempo não para.
A fila não anda, mas o flerte ronda.
O moço, na fila do banco, teimoso,
insiste, não desiste. Olha a moça.
A moça atrapalhada, se estressa, se vira
Lhe dá um olhar tranquilo.
A fila do banco, não anda...
O relógio não para...o sorriso escapa!
Agora, não importa mais...
A fila do banco não anda,
O relógio não para!
Mas o casal agora, namora!
E que o tempo, na fila do banco,
 pare nesse momento.
O caminhar lento do tempo,
 ja nao importa mais!

Rosa Azul
01/12/2011

13 comentários:

Maggie May disse...

desse jeito tudo fica gostoso!


ontem o meu post era sobre o que foi o meu primeiro casamento…


beijo!

Anne Lieri disse...

Si,que legal essa fila de banco!...rss...um momento de magia nessa troca de olhares e fila de banco não anda mesmo!...rss...bjs,

Sonhadora disse...

Minha querida

Por vezes acontecem esses momentos de intensa magia, adorei como sempre ler-te e deixo o meu beijinho com carinho.

Sonhadora

AquilesMarchel disse...

mt mt mt mt gostoso paquerar né?
nossa e vc colocou em poesia de forma singela e elegante

bjus viu!!!

Pedrasnuas disse...

É assim que começa...tudo..troca de olhares...o namorico...nesta altura anda tudo ainda verdinho...felizmente...virão outras fases...

Bonito!

Eu também gosto de você...

Beijoka

Jenynha san disse...

Que Fofux ^^

Ameei

Lindalva disse...

hummmmmm estou precisando dá uma paqueradinha kkkkkkkk Boa noite afilhadinha torta :) passando para um beijinho e desejar um soninho dos Deuses.

Sandra Puff disse...

Oi, Simone...
Menina, eu não sabia sobre os azevinhos...fiquei encantada com essa lenda, será por isso que gosto tanto dessa planta?
Obrigada pela troca. Você falou Natalício? rsss, bobiças minhas...
Adorei esse teu Poema, cria uma expectativa, hein?
Lidar com o tempo e sentimentos não é tarefa fácil.
Abraços,

Carla Fernanda disse...

UAU! E foi assim como parando a fila, mesmo sem o tempo parar, o namoro vai vingar...é hora do amor chegar.
Lindo SI!!!!!

E obrigada por me trazer recado da lua...kkkk

Beijos!!

MARILENE disse...

Amei! Da pressa se chegou a um lento e delicioso caminhar. O inesperado se fez presente onde nem se desejava estar. Sua composição ficou linda.

Bjs.

sandrafofinha disse...

ui que texto!! realmente a vida não para nunca,temos que pensar que o tempo corre depressa e se não somos felizes hoje podemos já cá não estar amanhã para o sermos. vi aqui deixar o meu carinho e dar-te um super hiper mega beijinho.

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Bom dia Simone querida


Só assim a fila de banco fica mais gostosa.
Delícia o seu texto.

Boa sexta-feira pra você linda.


Beijos
Ani

Olinda Melo disse...

Bom dia, querida Simone

Este poema aquece o coração. Lembra-nos o tempo em que o tempo tanto passa como não passa, aquele 'contentamento descontente'...
A imagem também é magnifica...E a fila de banco...

Beijo

Olinda