quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Bailarina solitária.

14-Amsterdan Symphony Orchestra O Lago do Cisne (Cena)

Powered by mp3skull.com

FOTO: GOOGLE


A bailarina com teus gestos...
Puros impulsos do espírito.
Sente e curte a música,
fechando-se em teu mundo!
Por sobre teu peso,
ajusta o peso de tuas angústias.
Sofre a cada passo dado.
Num erro ou acerto,
ajeita a postura.
Percebe sua performance,
refletida no espelho.
Solitária e sem rumo.
Sozinha no escuro!
Dança num ritmo único.
Nada acontece!
Suas mãos e pés,
Se acalentam num encontro
que juntos , se unem ao corpo.
Em gestos jogados ao léu,
segue a melodia sofrida.
Sente-se fraca, abatida.
Mas o fim esta próximo,
do show terminar.
Do sonho realizar!
E a cena se torna perfeita,
mais uma vez, refeita.
Sofre calada. Sofre sozinha.
Atua como protagonista,
Nos palcos de uma  vida vazia!

Rosa  Azul
17/01/2012

7 comentários:

Van disse...

Oi Simone

este poema está suave como um ballet.

Uma perfeita comparação da vida com a dança, quanto de esforço uma bailarina não faz para sustentar o peso de seu corpo sem contudo demonstrar a dor que sente ao fazer isto, dando leveza e graça aos gestos. Assim é a vida o esforço nunca poderá tirar a graça e a leveza que tentamos dar a ela.

Um beijo

Felisberto Junior disse...

Olá! Boa noite! Amiga virtual!Olha! Não costumo fazer isto, mas o comentário anterior (Van), está perfeito! Somente acrescento, que vc , ainda, teve a sensibilidade de "achar" o vídeo perfeito!
Parabéns!
Boa quinta!
Beijos carinhosos!

Jenynha san disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jenynha san disse...

oi Liinda *_*

Muito Bom o Texto!

Até mesmo pra uqem nunca foi uma bailarina dá pra sentir a dor da vida vazia que ela tem
acho que me indentifiquei um pouco com seu Texto

Espero que continue assim escrevendo Para o que tá no Interior das Pessoas!

ISSO É INCRÍVEL ^^

bjo :*

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)

Paulo Francisco disse...

Mas eu os guardo com o maior carinho.
Um beijo grande

edumanes disse...

Bailarina estava triste,
Sentada na cadeira a pensar
Quando o sofrimento existe
Muito o coração magoar!

Sua profissão era dançar,
Seu destino o determinou
Para a felicidade encontrar
Ao paraíso ainda não chegou!

Desejo uma noite muito feliz para você.
um abraço
Eduardo.