quinta-feira, 5 de julho de 2012

Recebendo Visitas!


*LIGUE O SOM E SONHE...

UM PRESENTE QUE GANHEI...
DE UM POETA QUE EU ADMIRO MUITO!
FOTO: GOOGLE


“Rosa de Sampa”
 
A que jardins de sonho...

Perfuma a Rosa de Sampa.

Se vermelha ou fogo

de espinhos...

Que não aparece no lume

a tarde rosa, violeta ou vinho.

Sei apenas que ela esta agora

a encantar todos os anjinhos.

Que a proíbem ser flor de entardecer.

Ela é o surgir do Sol e da Lua.
 
(William Oliveira)

7 comentários:

edumanes disse...

Perfumada Rosa de Sampa
Vermelha cor do fogo
Sem espinhos Rosa Santa
Não murches ao sol posto!

Te manterá florida
A brisa da noite vinda do ar
Linda rosa nascida
Neste jardim te vim encontrar!

Se eu pudesse te levar
Comigo tu irias
Para outro jardim te mudar
Onde mais florida ficarias!

Boa quinta-feira para você, e obrigado pela sua sempre muito amável visita. Sempre se empolgando. Adoro essa sua frase.
Amiga Simone MartinS2.
Um abraço
Eduardo.

Arnoldo Pimentel disse...

Uma linda e merecida homenagem em poesia, parabéns.Beijos.

Olinda Melo disse...

Bela homenagem, num lindo poema a uma rosa, Rosa de Sampa!Pergunto eu, por minha vez: onde se encontra esse jardim mágico que abriga essa rosa desconhecida para mim?

Bjs

Olinda

Iasmin Cruz disse...

Que lindo, muito belo o poema e linda a homenagem.

http://iasmincruz.blogspot.com.br/

Iasmin Cruz disse...

Que lindo, muito belo o poema e linda a homenagem.

http://iasmincruz.blogspot.com.br/

wcastanheira disse...

Realmente belo, um poema marcante, instigante, gostei pra vc bela poetiza bjos, bjos e bjossssssssss

Tatuagem disse...

Que terno poema!