quarta-feira, 16 de março de 2011

Novamente sozinha...

"Solidão quando adentra minha alma, me faz sofrer e perder  a calma"



Olhando essa foto me senti sozinha
Fui ate a janela e olhei a noite la fora
Pensei em te telefonar... perguntar como estavas
Pois meus olhos querem te ver...te olhar
Ver o meu mundo através do seus olhos
E poder assim, me confortar
Tentar esconder o que aconteceu
Pois se tento abafar meu desespero
É porque o fogo das minhas chamas
O fogo dessa paixão intensa
Se apagou naquele exato momento
Em que tudo virou tormenta
Não consegui ultrapassar a janela
Mas saibas que ainda sinto o teu cheiro
Que ainda sonho com teus beijos e carinhos
Eu não vou me afogar em tuas lágrimas
Nem sequer mostrar-me em prantos
Pois sei que não queres partir
O que queres nao é o melhor para ti
Olhe para minha janela...
Olhe dentro dos meus olhos
E veja que ele esta te observando
Abra-me a janela de tua alma e sorri
Mas nunca antes da hora de partir
Ainda assim, quero não pensar
Que tu aprisionastes meu coração
E agora que pertence a ti
Desiste e não o quer mais
Será que tu não sabes o que é amar?
Ou será que o que te faz bem
É ver meu coração a sofrer
E vê-lo se entregar a solidão
Enquanto tu partes sem voltar
O vento bate a minha porta
Mas eu nao quero sair da janela
Sem antes te ver passando por ela
Sem conseguir entender
O que voce me passa alem dela
De repente, sem pensar em nada
Destranco a porta do meu coração
E deixo que venhas para minha prisão
Que no passado era onde moravas
Eu, tu e a nossa paixão
Tentaremos sair dessa escuridão
Onde outrora vivemos e nos amamos!

Simone Martins - 16/03/2011

2 comentários:

Perola disse...

Eita amor rs.
Simone,ta na hora de divulgar seus blogs,são lindos amore.
Beijos mil.
Vai lá me seguir ok.

Maria disse...

Vim até aqui através da amiga Perola, e adorei o seu blog é um cantinho encantador, escreve divinalmente e irei acompanhar com muito prazer.
Bom domingo
Beijinhos
Maria