terça-feira, 7 de junho de 2011

Ambas estão serenas...


"Eu estou impregnada com a tua tinta...
E tu, minha pena, estas impregnada com a minha alma!"

Eu e minha pena...
Carreguei-a inteira,
Com tinta fresca.
Também carreguei,
A minha alma.

Aquele turbilhão,
Passou.
Estou calma.
Serena...

Mas aqui,
Onde estou agora.
Sinto ser o meu lugar,
Onde reina a paz!

A mente descansa...
E na tua presença,
Com a minha pena,
Escrevo tuas lembranças.

Transformo palavras:
Poemas, versos,
Canção?
Jamais, solidão.

 Meu coração acalmei,
Quando ti reencontrei.
O vulcão agora extinto,
Apagou...

Ambas estão serenas,
Minha alma e minha pena.
Diante de tua...presença!

Simone Martins - 07/06/2011

Foto: GOOGLE:http://1.bp.blogspot.com/-6c8eCRbj69c/Te2dBPovfII/AAAAAAAAAag/N6TwHQOC2Q4/s200/imagesCAWSNZTC.jpg

Nenhum comentário: