segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Cadê voce Perdrho?


Meu coração doi
nao sei porque...
Choro por dentro,
nao sei porque...
O Sol me acaricia,
logo cedo.
No rosto, sinto o vento,
logo cedo.
O canto dos passaros,
ainda ouço...
A melodia de tua voz,
nunca esqueço.
Agora, sei que voce existe,
Ainda assim, me sinto triste...
A Luz que te ilumina,
me ilumina tambem!
Então, porque choro?
Nao sei porque!


Simone Martins 
  10/10/2011
FOTO:GOOGLE

7 comentários:

Mery disse...

"Cadê você...*
"A luz que te ilumina, me ilumina também! Então porque choro?
Não sei porquê*...
Lindíssimo!
bjussss
Mery*

Yasmine Lemos disse...

Alma de poeta é assim .Sente agonia sem saber de onde vem,mas empresta o corpo e transforma em poesia.Beijo Si

Olinda Melo disse...

Querida Simone

Às vezes é assim, choramos sem saber porquê, mas também há certos dias em que achamos tudo bonito, uma dádiva do céu, e rimos também porque sim. É a nossa alma, na busca incessante de horizontes vários...

Beijos

Olinda

Carla Fernanda disse...

Faz parte dos dias atuais a tristeza Simone... muito comum.... as pessoas estão cada vez mais sozinhas não é??
Isso vai passar com um samba na avenida querida...kkk
Bjs

Maggie May disse...

sensibilidade total é o que sempre encontro por aqui!!!!

beijos linda!

(agora vc sabe meu nome!!! rsrsrsrs)

Ricardo Steil disse...

Sensível e belo, parabéns minha amiga. Abraços.

blog. da Tereza Maria disse...

Simplismente encantador...
Obrigada pelo comentário, volte sempre...Não deixarei de vir a um espaço tão suave.
Beijo na alma
Saudções Poéticas!