sexta-feira, 25 de maio de 2012

Um dia depois...



FOTO TIRADA NO MEU CELULAR
(Memorial da América Latina)

Manhã de Sol...
Encontro-me,
entre o belo do concreto,
e a beleza da Natureza.
Ao fundo, uma imagem
assimétrica e bela,
parece querer tocar o céu.
Um céu claro de um azul intenso!
Manhã ensolarada...
O frio gelado corta o ar,
toca a minha face,
congela a minha alma.
O Sol entra em cena,
forte, lindo e quente!
Aquece-me, deixando-me ruborizada.
Mesmo distante, sinto-o por perto,
mas não irei vê-lo tão cedo!
Ao redor, sons e imagens se misturam:
O lazer abafa o som do cotidiano.
Pura magia, fantasia...
Ouço sons agradáveis,
vindo das vozes de pessoas alegres.
Sons estranhos e fortes,
trazido pelo eco do dia a dia.
Um dia claro de sol...
Nada e tudo, ao meu redor.
Vejo pessoas em movimento.
Palavras que se amontoam
tecidas em meu pensamento.
Sentada fico observando...
Sozinha num banco de cimento,
sinto e vejo a vida passando.
Sinto na solidão um tormento!
Num fino trato...Acabamento.

(Rosa Azul)

8 comentários:

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom diaaa! Amiganja!
Tudo bem?
...ficou lindo...encantador demais!
nossa...que saudades do Memorial...estação Barra Funda do Metrô (este é o nome, rsrs)...
Obrigado,viu?
Bom final de semana!
Beijos com carinho

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Lindo anjinho lindo!
Que Deus lhe dê um final de semana espetacular...beijinhos no coração

Antonio Rubilar B. Valente disse...

Querida Si!!!
Agradecendo sempre suas habituais visitas ao meu blog,passei para lhe desejar um ótimo fds.E seu poema,tem um jeito igual ao meu.Que traduzo para vc!(resumido tá?)..
FUGA DE IDEIAS

Vou pelas ruas
Falando sozinho
Pensando nos mortos
Sem ter mais carinho
Acendo um cigarro
A fumaça sufoca
Entro num bar
E peço uma coca.
O camelô me interpela
E oferece o bagulho
Só compro em butique
Sou cheio de orgulho
A policia que passa
Vai levando um ladrão
É um pai de família
Que apenas roubou pão...

Qualquer dia desses vou fazer um novo blog apenas com poesias e crônicas.Acredito que vai dar ibope.O que vc acha minha amiga?Tenha um ótimo fds.Tudo de bom!Bjão, Rubi.

edumanes disse...

Foto tirada no celular
Lá na América Latina
Para mais tarde recordar
Os tempos de menina!

No feliz encontro
De surpresa acontecer
Depois do sol pranto
E antes de ele nascer!

Deixando-se ruborizada
Em seus pensamentos adormecida
Precisando ser abraçada
Será que desejava ser com um beijo surpreendida?

Boa sexta-feira,
um abraço
Eduardo.

Blog da Titia disse...

Simone mi-nha-ami-ga!!! Que linda poesia. Como faço pra adquirir seus livros??? Me fale pra que eu possa devorá-los todos. Me fale por favor.
Vc consegue tirar versos até de concreto. Está de parabéns.
Vou te contar um segredo: trabalhei e morei muitos anos aí na Barra Funda. Já fui muito no Memorial da América Latina. Eita saudade.
Minha negona, que Papai do Céu continue te inspirando , te protegendo, te iluminando e abençoando e livrando dos chatos e invejosos de plantão, pois estes teimam em existir.
TE AMODORO!!!
Um xero amiga.

Flavio Ribeiro disse...

Ola Simone,

Quanta intensidade se sensibilidade em suas doces palavras! E a foto do memorial realmente ilustrou tudo muito bem!

Abraços, Flávio.
--> Blog Telinha Crítica <--

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Tudo bem?
amiganja...
meio friozinho...mas, bom sábado para ti!
Obrigado pela proteção e carinho de sempre!
Beijos
...fui...dormir!

Yasmine Lemos disse...

recado no blog
bj