segunda-feira, 30 de julho de 2012

Saudades...




FOTO: GOOGLE


"Sinto saudades...Não sei do que ou de quem...
Só sei que sinto a ausência de algo que talvez,
nunca tenha existido...Saudades quem sabe,
de mim mesma!"

(Rosa Azul)

14 comentários:

edumanes disse...

Nesta tarde, e deste modo
Eu te venho visitar
Quem descansa não incomodo
O faço em silêncio e não a gritar!

São tantas as saudades
Que eu sinto por ti
Verdades e não disparates
Te procurei mas não te vi!

Começo de boa semana,
um abraço
Eduardo.

JuLiAnE TrEe FaLLs (ÁrVoRe de OUTonO) disse...

Me identifiquei com o poema e compartilhei no face. Como estais, flor? Saudades!

Luma Rosa disse...

Saudade eterna, pois para esse sentimento não existe resgate. Nada será igual como antes... Que horrível, mas é!!
Beijus,

Arnoldo Pimentel disse...

A saudade está sempre presente.Beijos.

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Tudo bem, amiganja?
...eu também, de vez em quando, sinto saudades de algo...ou de alguém...mas, com certeza , não é de mim mesmo!
Obrigado pelo carinho de sempre!
Boa semana!
Beijos

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Amiganja!
Tudo bem?...só para agradecer... ..porque vc faz parte de minha história na blogosfera...vem provar como é válido e gratificante ter um blog: as amizades conquistadas!Isto não tem preço!
Obrigado de coração!
Boa terça feira!
Beijos fui...

SOL da Esteva disse...

Saudades, são sentimentos de coisas que deixam marcas quando as não temos connosco.

Beijos

SOL

Pedrasnuas disse...

Pode ser que sejam saudades de ti mesma...:))) desculpa este atraso de séculos:))) mas cá estou a marcar a minha presença!!! Beijinhosssssss

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Penso que viver
é semear com palavras,
imagens e sonhos,
palavras que acordem
o belo,
o justo
e o melhor do mundo
em outras vidas.

Que este seja o nosso
compromisso com a vida

Aluísio Cavalcante Jr.

Silvia C. disse...

essa é das piores saudades.... um vazio, saudade do que nem se sabe se existe ou não.

Mary disse...

Oi! olha quantas vezes já me sentir assim...Saudades de coisas que nem vivi...dói bastante, é inexplicável! mas real.

bjos

-Te seguindo<-

tecas disse...

Quantas vezes me sinto assim! Deve ser um sentimento dos poetas. Adorei. Lindo. Beijinho amigo e uma flor.

José María Souza Costa disse...

Estou seguindo este blogue e lhe deixando um convite


UM CONVITE ESPECIAL

Vim cá, lê o seu blogue. Eu, tenho um. Muito simples, sem Cores e sem Nuances. Estou lhe convidando a visitar-me, e se possível, Seguirmos juntos por Eles. Estarei lhe esperando lá, afinal o que importa é a Amizade que fazemos e as publicações que expomos.



Eu te Convido a vir Aqui www.josemariacosta.com

Blog da Titia disse...

Você tava com saudade da Titia. Minha amiga cheguei das férias, mas tô borocoxô com um lance com o bofe, ou melhor, ex bofe. Mas quando tiver melhor vou postar as fotos da praia de Algodões na Península de Maraú, um lugar lindo que quero te levar lá algum dia.Tua amiga tá meio murchinha, tá??? Mas dor de cotovelo passa, não é mesmo??
Um xeeero lindona. Te amodoro!!!!