quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Cumplicidade...




Foto na Praia Vermelha -  Rio de Janeiro -
Ventava muito! - 04/-9/2012



‎Você é como o Vento...Não te vejo,
mas te sinto o tempo todo.
As vezes, como brisa leve e mansa,
sinto tua presença que me acalenta!
Sinto-o como fogo, ar quente...
passando por mim, me deixando assim...
 Em erupção...Ardente!
As vezes, te sinto como um Tsunami, 
passando pela minha pele, 
devastando tudo...
Deixando-me a flor da Pele!
Outras tantas, como um sussurro, melodia...
Deixando-me desprotegida, desnuda, quase em prantos!
Mas adoro senti-lo como se fosse o Vento...
Não posso toca-lo...Não posso vê-lo...
Mas sinto tua presença no ar...
Posso sentir teu cheiro, teu perfume,
transitando de forma doce, intenso!
Como vento, posso senti-lo tocando meu corpo,
me invadindo por dentro: alma e pensamento.
Preenchendo o vazio existente...dentro do peito!

(Rosa Azul)
-aqui-

11 comentários:

#*Marly Bastos*# disse...

Quando o sentimento é verdadeiro, há essa cumplicidade.
Bjkas doces

edumanes disse...

Nessa praia ventania
Onde você se encontrava
Muito sol lindo o dia
Na praia se bronzeava!

Só depois reclamou
Quando o dia findar
No dia seguinte voltou
Para seu corpo bronzear!

Bela sempre estar
Me desculpa intrometer
Bem te posso elogiar
Ao contrário não vais dizer!

Continuação de boa semana
para você,
Um abraço
Eduardo.


Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite!
... Amiganja dos Bjinhos inspirados e cosquiridios
...penso que , ao contextualizar seus lindos versos, amar não é simplesmente “entregar-se, confundir-se, unir-se a outra pessoa”, mas sim “uma ocasião sublime para o indivíduo amadurecer, tornar-se algo em si mesmo, tornar-se um mundo para si, por causa de um outro ser”...essa é também uma forma de cumplicidade no amor...
Obrigado pelo carinho de sempre!
Boa quinta feira!Bençãos infinitas!
Beijos

William Oliveira disse...

Tenho uma ligação muito forte e bela com esta praia Rosa de Sampa!

Bejao!
Bejao no Vento!

Patty disse...

NÃO SEI PQ, MAS ESSAS SENSAÇÕES DE SENTIR SEM TER DE VERDADE, É REALMENTE UMA MESCLA DE SENTIMENTOS, É GOSTOSO E DOLORIDO, É PRAZEROSO E FRUSTTANTE, E UM POUCO MAIS!

BJS QUERIDONA!
PATTY!

2edoissao5 disse...

e a gente vai se embalando em suas palavras totalmente levada pelos versos...

Ani Cristal disse...

Oi Simone


Lindo poema...
"Sentir" uma palavra tão intensa, que seja qual for o sentimento, me agrada, pois significa que estamos vivos e vivendo.

Lindo demais!

Beijos
Ani

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite!
Amiganja dos Bjinhos Cosquiridos e de Carinhos, Amizade!
...comentando seu comentário...\lol/ mais uma poesia!
Obrigado pelo carinho da visita!Proteção!
Boa sexta feira!Bençãos infinitas!
Beijos

Luiz Alfredo disse...

O vento desenha o amado
que é desenhado em belos
versos de amor
completamente apaixonado
o amado é pressentido
por um cata-vento
que percebe o perfume
o corpo
por que gira em volta do
amor


mui belo

Luiz Alfredo - poeta

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Amo o vento, sempre,
melhor quase sempre...
Linda sexta Simone!
Espero voce no Espelhando, onde hoje
eu
Catiaho Reflexo d'Alma
falo especialmente nessa sexta
sobre
' saber fazer a hora'.
Bjins entre sonhos e delírios

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite!
Amiganja dos Bjinhos Duvidosos
Ah, e Cosquiridios...
vim agradecer o carinho dedicado ao meu blog e um ótimo final de semana!Bençãos infinitas!
Beijos