domingo, 16 de setembro de 2012

Sem conexão...





Foto: GOOGLE


Minhas mãos cansadas,
desprezam a companhia
de minha pena,
que carregada com tinta azul,
divaga e anseia por 
um novo poema...!
Um poema sem simetria
que possa eternizar
momentos tranquilos,
como esse que estou vivendo,
embutidos em minha Vida.
Que me leve de encontro
a uma nova melodia.
Sem rimas, sem nexo.
Apenas versos desconexos.
Simples e pura...poesia!

(Rosa Azul)

18 comentários:

✿ chica disse...

Lindo poema e não vejo versos desconexos.Muito linda! beijos,chica

edumanes disse...

Com uma pena escrevi
Uma carta de amor
A enviei para ti
Desenhei um coração e um flor!

Resposta não recebi
Nem tão pouco uma flor
A pensar estou aqui
Triste no meu amor?

Adorei teu poema
Resta-me ao menos isso
Dizer a verdade não me condena
Manda-me o teu sorriso!

Boa noite para você, durma bem
e bons sonhos,
Um abraço
Eduardo.

Majoli disse...

Oi Tia Si, menina sapeca que some por demais...rsrs.
Se "Sem conexão...", poetizou lindamente assim, imagina com conexão.
Tu é linda e entendo esse seu jeito de sumir, voltar, sumir, voltar...também eu sou assim.
Mas de uma coisa esteja certa, te amodoro sim.

Beijos e se cuide, visse?

Carla Fernanda disse...

Bom dia Simone e boa semana!!!

Jesus te ama! disse...

oi amada eu já sou seguidora deste blog,e ele é maravilhoso! estou ai no meio beijo

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Amiganja do beijinhos embriagados
basta escrever o que sentem e que vos vai na alma,tudo leve como a pena...
Obrigado pelo carinho e proteção de sempre!
Boa semana!Bençãos infinita!
Beijos

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Como sempre escreves com os dedos do sentimento...com a pena da alma.adorei.


Deixo um beijinho e agradeço a carinhosa visita no aniversário do meu blogue.
Sonhadora

wcastanheira disse...

Mais um show da tia SI, como gosto do seu estilo delicado e sempre poético de descrever momentos, pra vc minha linda vai do tio CASTANHA bjos, bjos e bjossssssssss

Blog da Titia disse...

Lindo, suave e profundo como tudo o que escreve.Amiga tô meio afastada da blogosfera por motivos pessoais; pessoas pequenas que usam o nosso espaço pra nos atingir, nos colocar pra baixo. Cheguei até pensar em parar de blogar, mas é exatamente isso o q esses fdps querem, não vou fazê-lo. O blog me trouxe aborrecimentos, mas trouxe tb muitas alegrias e muitos amigos. Eu amodoro vc minha nega. Logo, logo Titia se levanta, cata os cacos, passa merthiolate e vai sair por aí fazendo muitos bossais cortar os pulsos com gillette.
Um xero negona, saudades...

Bandys disse...

Um poema leve.

Palavras alma do poeta são elas que expressam amor /magia e os sentimentos mais diversos.
Na modernidade da comunicação são
substituídas por desenhos
singelos que nos tocam o coração
mas mesmo assim a saudade
das palavras fala mais alto.
Palavras, palavras, nos fortalece, nos ensina a ver e sentir a alma
do poeta!

Beijos e noa noite

2edoissao5 disse...

as vezes a poesia é bela mesmo sem rimas...

Vera Lúcia disse...


Olá querida,

Eternizou, com beleza, os momentos registrados nos belos versos, "bem conectados".

Obrigada pelo seu carinho.

Beijo.

Catia Bosso disse...

Que saudade de ler vc....

Agora arrumei minha internet... de vez! rs

bjsssss meussss

Catita

Paulo Francisco disse...

Moça, que saudade de você!
Eu adorei o texto!
Um beijo grande

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia
Amiganja dos Bjinhos Coquiridios!(?)
...vim agradecer o carinho dedicado ao meu blog e a proteção de sempre!
ah...e a mensagem linda!
Boa quarta feira!Bençãos infinitas!
Beijos

Carla Fernanda disse...

Simone bom dia!!!!

Beijos amiga!

Reflexo d'Alma disse...

Simone, te mandei um email, recebeu?
Quero saber de seu livro
dados para comprar,
preço. Manda la pro email
parceriaepoesiaemoficinadapalavra@live.com

OceanoAzul.Sonhos disse...

Querida Simone, a leveza da sua poesia encanta-me.

bjs
cvb