terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Delírios Atemporal...


Foto: Google

Quero te amar...
Não sei como.
Não sei quanto! 
Dizer várias vezes,
Eu Te Amo!
Quero sentir...
Um amor puro, sensível,
jovem e inconsequente.
Um amor que vive, pulsa e,
 junto a tua respiração,
toma conta de meu corpo...
Devaneios ou sonhos?
Quero possuir...
Um coração libertário,
quiçá, profano mas,
nunca leviano...
Quero te Amar...
Em qualquer lugar.
Em qualquer tempo.
Quero estar em teus sonhos,
em teus delírios, teus devaneios.
E no silencio da noite,
dormir assim, abraçados.
Nossos lábios sedentos,
insistindo por beijos,
cerrados, calados. Colados!
Quero sentir...
Meu coração acelerado
tomando por inteiro
a alma tua... Confusa!
E, na intensidade do meu amor,
dormiremos abraçados, extasiados,
num momento de loucura... Desejos!
Fim de noite, mas não fim do ato...
Cortinas fechadas...
Amor Inacabado!

(Rosa Azul)

11 comentários:

SOL da Esteva disse...

Que encanto de querer o Amor!
Os sentidos e os sonhos misturam-se; mas são a mesma coisa. Jamais alguém descobriu onde começa um e acaba o outro.
"[...] Amor Inacabado!"


Beijos


SOL

AquilesMarchel disse...

muito amor hein

doce, muito distante do que ainda posso escrever sobre amor, ou não quero sei lá
rs

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Derramaste no teu poema um manto de pétalas de amor.Lindo esse querer.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

wcastanheira disse...

_Quero te amar...
Não sei como.
Não sei quanto.
Oq dzer? Um mimo, um adelicia, um charme de poema, adorei cada linha, porém a destacad falou, calou mais fundo. Pra vc bjos, bjos e bjosssssssssssss

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Amiganja
Beijinho de acalento
É isso que se sente quando se ama: querer, confusa, vontade de ir aos confins do mundo para encontrar o sorriso perfeito, na pessoa perfeita, para que toda sua vida faça sentido. Isso vai deixar de ser delírio, talvez, quando você perder a razão, e sem medo se entregar á loucura do amor de uma vez.
Meu carinho
Bela quinta feira!
beijos

edumanes disse...

Rosa Azul, recebi
O teu perfume
Para te agradecer estou aqui
Sem reclamação nem ciúme!

Queres me amar
Mas, não sabes como
Teu perfume cheirar
Com ele me perfumando!

Estou chegando tarde
Já a noite vai longa
Apreciando a tua arte
Que tanto me encanta!

Tua arte de escrever
Teus versos bem colocados
Para teus lindos olhos ver
Pelas estrelas iluminados!

Obrigado pelos teus comentários,
Já são tantos
Por mim contados
Mas, não sei quantos!

Boa noite para você,
e bons sonhos,
um abraço
Eduardo.

Tafena disse...

Olá!Boa noite!
Amiganja
Bjinhos Sonolentos.
vim agradecer o carinho da visita e desejar um belo final de semana!
Beijos
ClicAki Blog(IN)FELIZ

Tafena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite!
Amiganja
Bjinhos Sonolentos.
vim agradecer o carinho da visita e desejar um belo final de semana!
Beijos
ClicAki Blog(IN)FELIZ
sorry deletei o anterior, porque errei no login

António Jesus Batalha disse...

Algum tempo que não visitava o seu blog, hoje encontrei-o e vim fazer uma visita, e ler esta bela poesia.
António.
Ps. Meu blog é o Peregrino E Servo.

Marcelo Tirote disse...

Adorei seu blog, sabias palavras!! rsrsr ^^)