quinta-feira, 7 de maio de 2015

A falta de nós...


FOTO: GOOGLE


Coração vazio,
pensamentos inertes.
Alma machucada...
Choro sem lagrimas!
Presente inócuo te fez desistir,
do amor que teimava existir.!
O medo da coragem
dos dias aproximando.
Te trouxe a verdade,
do amor se acabando!
Tu queria  realizar
 um de seus sonhos.
Foi persistente, presente...
E agora, na realidade,
se tornou ausente!
Sentiras a falta,
dos dias de risos fartos?
Dos choros de felicidade,
do beijo não dado?
Sentiras a falta do som da voz?
Do 'Bom dia'  nas manhãs,
nas mensagens deletadas?
E, quem sabe no futuro,
ao desatar os seus nós...
As lagrimas cairão,
sentindo a falta de nós!
Difícil terminar algo assim...
Fácil de existir,
impossível de assumir!
O Adeus era inevitável...
O fim de um começo,
nunca provável!
Nunca mais borboletas,
nunca mais vaga-lumes...
Mas deixaras a luz acesa,
e a porta aberta...
Para não perder o costume!

-Rosa Azul- 

2 comentários:

José María Souza Costa disse...

Olá, Simone

Nesse tecer de vida, é o amor, o diamante, mais cobiçado.
Um abraço.

Manoel José de Santana disse...


Obrigado amigo (a). Estou fazendo uma visita ao teu Blog. Meus parabéns pelos teus trabalhos e sucessos. Abraço de Manoel Limoeiro. Recife PE.
'Feliz “dia das mães”.

http://grupounidoderodafogo.blogspot.com.br/

Recife, 10 de maio de 2015.